Sobral tem representação na XI Conferência Nacional da Assistência Social

Entre os representantes do Ceará, duas sobralenses na Conferência Nacional da Assistência Social. Imagem: Alessandra Nóbrega via Whatsapp.

Duas profissionais de Sobral representam o município em uma delegação de 56 membros cearenses que participam da X Conferência Nacional da Assistência Social em Brasília: a pedagoga Inês Costa, coordenadora do CRAS Regina Justa (Vila União) e a assistente social Alessandra Nóbrega do Núcleo de Atenção à Saúde da Família (NASF).

Com o tema “Garantia de direitos no fortalecimento do SUAS”, a assembleia deve se lançar sobre o Plano Decenal do SUAS (2017-2026) para discutir avanços e retrocessos na assistência.

Segundo Alessandra, que conversou com o blogueiro nesta quarta (06), o primeiro dia de discussões foi “acalorado”: foram realizadas mudanças no regimento e houve protestos contra retrocessos na Política de Assistência. O Governo realizou cortes no Orçamento da União para 2018.

De acordo com a nossa interlocutora, nesta terça (05), Frei Betto que é assessor de movimentos sociais conduziu uma discussão sobre os desmontes na política.

“O primeiro dia teve acirrada leitura do regimento interno, que foi todo modificado. O dia também foi marcado por manifestações contra o desmonte do SUAS”, afirmou Alessandra.



Ainda hoje (06) deve ocorrer a apresentação de uma síntese das conferências estaduais, um debate sobre as estratégias para evitar o desmonte do SUAS e apresentação sobre os Eixos da 11ª Conferência:

EIXO 1: A proteção social não-contributiva e o princípio da
equidade como paradigma para a gestão dos direitos
socioassistenciais.
EIXO 2: Gestão democrática e controle social: o lugar da
sociedade civil no SUAS.
EIXO 3: Acesso às seguranças socioassistenciais e a articulação
entre serviços, benefícios e transferência de renda como
garantias de direitos socioassistenciais.
EIXO 4: A legislação como instrumento para uma gestão de
compromissos e corresponsabilidades dos entes federativos
para a garantia dos direitos socioassistenciais.
A conferência segue até o próximo dia 08.